Departamento de Imigração recebe número recorde de solicitações de cidadania nos EUA

Este ano o número de residentes permanentes que solicitaram a cidadania americana foi de 1.028.647 um aumento de 11% em relação ao mesmo período em 2016. Brasileiros com Green Card fazem parte deste número e aumentaram a procura por escritórios advocatícios.




Miami - Um fato diferente tem chamado a atenção do Departamento de Imigração dos Estados Unidos – o aumento expressivo do número de solicitações de cidadania por imigrantes que tem o Green Card e são residentes permanentes. O alto volume de aplicações feitas por imigrantes documentados gerou um acumulado de 708.638 aplicações em todos os EUA em 2017, segundo os dados Federais divulgados.

O tempo médio de processamento para os pedidos de cidadania dos Estados Unidos demorava em média de cinco a sete meses. Este ano, a alta nas solicitações fez com que esse tempo de análise pelos agentes da imigração dobrasse. No Condado de Los Angeles, por exemplo, o aumento no número de aplicações fez com que o tempo de processamento saísse de 5 meses para 10 meses de espera para o imigrante.
  
Um outro fator importante foi a mudança gerada na administração de Donald Trump no processo de cidadania que está mais trabalhoso. O formulário de aplicação que antes era de 10 páginas passou a ter 20 páginas, exigindo do agente um tempo maior de análise das solicitações.

“É comum que em anos eleitorais um volume maior de solicitações de naturalização sejam feitos e que este número caia no ano seguinte. Porém, este ano, tivemos este fenômeno diferente que acredito seja causado pelo o que chamo de ‘efeito Trump’. Uma reação da comunidade imigrante que está insegura com relação ao futuro e quer garantir sua permanência no País”, explica a brasileira e advogada de imigração Renata Castro.

Segundo Renata Castro, seu escritório detectou este ano um aumento considerável de imigrantes documentados que procuraram ajuda para solicitar a cidadania americana.

“Infelizmente um documento que antes parecia seguro – o Green Card, já não representa a estabilidade nos Estados Unidos, sobretudo após um ano de profundas mudanças e endurecimento das leis imigratórias provocado por Donald Trump. Nosso escritório tem sim recomendado que os imigrantes que tenham documentos não aguardem para procurar auxílio e resolver definitivamente sua questão imigratória”, pondera Renata Castro

NATURALIZAÇÃO

Segundo Renata Castro, apesar do atraso significativo e do aumento do tempo de processamento da solicitação, os imigrantes voluntariamente optam por se tornar cidadãos americanos para proteger suas famílias e garantir o direito de voto. “Tornar-se um cidadão naturalizado também permitiria que eles trouxessem membros da família para os Estados Unidos, ocupassem determinados empregos que exigissem cidadania e protejam todos da tão temida possibilidade de deportação”, explica.


Com informações: immigrationimpact e OnevoxPress

Comentários