Começa nesta quarta(29) a 14º Flip - Festa Literária Internacional de Paraty- RJ


14º Flip - Festa Literária Internacional de Paraty - RJ

29 de junho a 3 de julho de 2016


Programação

Quarta - feira, 29 de junho de 2016

19h00 | sessão de abertura

Armando Freitas Filho
Walter Carvalho

19h45 | sessão de cinema - Manter a linha da cordilheira sem o desmaio da planície

21h45 - Sarau

Quinta - feira, 30 de junho de 2016

10h00 | mesa 1 - A teus pés

Annita Costa Malufe
Laura Liuzzi
Marília Garcia

12h00 | mesa 2 - Cidades refletidas

Francesco Careri
Lúcia Leitão

15h00 | mesa 3 - Os olhos da rua

Caco Barcellos
Misha Glenny

17h15 | mesa 4 - Histórias naturais

Álvaro Enrigue
Marcílio França Castro

19h30 | mesa 5 - Matéria cinzenta

Henry Marsh
Suzana Herculano-Houzel

21h30 | mesa 6 - Na pior em Nova York e Edimburgo

Bill Clegg
Irvine Welsh

Sexta - feira, 1° de julho de 2016

10h00 | mesa 7 - Breviário do Brasil

Benjamin Moser
Kenneth Maxwell

12h00 | mesa 8 - A história da minha morte

J. P. Cuenca
Valeria Luiselli

15h00 | mesa 9 - O show do eu

Christian Dunker
Paula Sibilia

17h15 | mesa 10 - Encontro com Karl Ove Knausgård

Karl Ove Knausgård

19h30 | mesa 11 - Mixórdia de temáticas

Ricardo Araújo Pereira
Tati Bernardi

21h30 | mesa 12 - Sexografias

Gabriela Wiener
Juliana Frank

Sábado, 2 de julho de 2016

10h00 | mesa 13 - Encontro com Leonardo Fróes

Leonardo Fróes

12h00 | mesa 14 - De Clarice a Ana C.

Benjamin Moser
Heloisa Buarque de Hollanda

15h00 | mesa 15 - Encontro da arte com a ciência

Arthur Japin
Guto Lacaz

17h15 | mesa 16 - Encontro com Svetlana Aleksiévitch

Svetlana Aleksiévitch

19h30 | mesa 17 - O falcão e a fênix

Helen Macdonald
Maria Esther Maciel

21h30 | mesa 18 - O palco é a página

Kate Tempest
Ramon Nunes Mello

Domingo, 3 de julho de 2016

10h00 | mesa 19 - Síria mon amour

Abud Said
Patrícia Campos Mello

12h00 | mesa 20 - Sessão de encerramento: Luvas de pelica

Sérgio Alcides
Vilma Arêas

14h15 | mesa 21 - Livro de cabeceira

Arthur Japin
Helen Macdonald
Heloisa Buarque de Hollanda
J. P. Cuenca
Karl Ove Knausgård
Kate Tempest
Laura Liuzzi
Marcílio França 

Ingressos

A programação da Flip se espalha por Paraty. Durante a festa, a Tenda dos Autores acolhe o público que deseja acompanhar as mesas literárias da edição. O acesso ao local se dá por meio de ingresso (R$ 50), para cada mesa, que pode ser adquirido pelo site da Tickets for Fun e em pontos de venda específicos até 28 de junho.

A partir de 30 de junho, os ingressos estarão disponíveis apenas na bilheteria oficial da Flip em Paraty – quarta a sábado das 9h às 22h, domingo das 9h às 15h. Haverá meia-entrada disponível, saiba mais aqui.

É possível assistir gratuitamente à transmissão gratuita pelo telão em Paraty. A transmissão online das mesas da programação principal é realizada pelo Itaú Cultural. Atividades da Flipinha também têm acesso livre e ocorrem na Casa da Cultura Câmara Torres, assim como as da FlipMais e da FlipZona, ambas com distribuição gratuita de ingressos uma hora antes de cada evento.

Homenageada

Ana Cristina Cesar

A poeta Ana Cristina Cesar (1952-83) é a autora homenageada da Flip 2016, que vai acontecer entre 29 de junho e 3 de julho em Paraty (RJ). Expoente da geração da Poesia Marginal, Ana C. criou uma escrita atravessada por elementos do cotidiano e aspectos de sua intimidade.

Além da poesia, dedicou-se à crítica e à tradução literária, tendo traduzido Emily Dickinson, Sylvia Plath e Katherine Mansfield. Revelou seu estilo informal em diários, poemas, cartas e inclusive desenhos. Ao homenageá-la, a Flip traça uma linha de continuidade com a programação do festival, que vem ajudando a revelar ao grande público múltiplas vozes da poesia brasileira.

A programação completa da Flipinha 2016 será divulgada em breve. Confira a grade da Ciranda dos Autores.

Quinta-feira, 30 de junho de 2016

Mesão: desafios literários, 9h
Participação dos autores convidados incluindo Lázaro Ramos, Angela-Lago, Ernani Ssó e a dupla Palavra Cantada.
Cadernos de segredos, 10h30
Angela-Lago
Lázaro Ramos

Sexta-feira, 1 de julho de 2016

Quando música e literatura contam histórias, 9h
Estevão Marques
Palavra Cantada
Diálogos texto e imagem, 10h30
Aline Abreu
Patricia Auerbach

Sábado, 2 de julho de 2016

Teia de histórias, 9h
Ana Luísa Lacombe
Eliane Potiguara
Histórias de arrepiar! 10h30
Alexandre de Castro Gomes
Ernani Ssó

Domingo, 3 de julho de 2016

Encontro com Guto Lacaz, 9h
Histórias parceiras, 10h30
Blandina & Lollo
Laura Castilhos
A poesia do cotidiano e suas histórias, 12h
Celso Sisto
Selma Maria

O objeto livro - Oficina de encadernação da Flip 2016

A cultura material do livro volta à Flip em 2016. Após oficina de design de livros, ministrada pela holandesa Irma Boom e Elaine Ramos em 2015, as técnicas artesanais de encadernação serão o foco de um workshop que acontece a partir de 30 de junho, durante a Flip 2016.
Feita em parceria com a Associação Brasileira de Encadernação e Restauro (ABER), a Companhia das Letras, a gráfica Águia, Fedrigoni, a VSP Papéis Especiais e a Stratis, a oficina é focada em duas técnicas: a confecção da encadernação copta, feita apenas com costura e sem cola, e a técnica dos-à-dos, que articula uma capa flexível e dois cadernos em branco, costurados. A base serão os miolos (cadernos impressos, sem capa e sem costura) da nova edição de A teus pés (1982), clássico de Ana Cristina Cesar, homenageada da Flip 2016, relançado em junho pela Companhia das Letras.
Ministrada por Estela Vilela, a oficina vai contar com três turmas – em 30 de junho, 1º e 2 de julho, cada uma com duração de três horas –, todas com a mesma programação. Os encontros acontecem no Hotel Parque Perequê (Avenida Otávio Gama, 390, em Paraty). As inscrições já estão abertas e vão até 20 de junho pelo site da ABER, ou enquanto durarem as vagas. Não há pré-requisitos, e a seleção é feita por ordem de inscrição. O valor é de R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) ou R$ 72,00 (inteira) e R$ 36,00 (meia) para associados da ABER. Todo material é fornecido pela organização do curso.
Os custos de transporte e hospedagem para Paraty são de responsabilidade dos selecionados.

Conheça os selecionados da oficina literária da Flip

Veja aqui abaixo a lista de selecionados para a oficina literária deste ano, que será realizada entre os dias 1 e 3 de julho, das 9h30 às 14h30. Feita em parceria com o British Council, foi pensada para comemorar os 400 anos da morte de Shakespeare. A dramaturga e crítica Marici Salomão vai propor a leitura e análise de trechos de obras do inglês, tendo todo dia a companhia de um autor da programação principal – que falará de sua relação com a obra do escritor.

Alexandre David
Cynthia Gusmão
Débora Oelsner Lopes
Eduardo Aleixo Monteiro
Fabiana da Silva Dutra
Gabriel Leibold
Gabriela Garcia
Helena Machado
Jordana Korich
Marcio David
Márcio Vito
Marcos Bassini
Maria Celina Gordilho
Pauline Batista
Rebecca Clark
Ribamar Ribeiro
Vanessa Maranha

Oficina Literária da Flip 2016

Oficina Literária da Flip 2016, em parceria com British Council Shakespeare, um contemporâneo Em 2016, a tradicional Oficina Literária da Flip celebra o teatro de um dos mais renomados autores da história, William Shakespeare, fazendo um convite à insubmissão do olhar em Hamlet, Rei Lear e Romeu e Julieta. A dramaturga e crítica Marici Salomão compartilha com os selecionados para a oficina sua experiência com o palco e a sala de aula, propondo a leitura e análise de trechos dessas obras à luz de Jan Kott, Northrop Frye e Harold Bloom, bem como o compartilhamento de estratégias de criação dramatúrgica a partir dos trechos lidos, em diálogo com o contemporâneo. Ao final de cada encontro, um convidado da programação da Flip abordará sua relação com a obra do bardo inglês.

Programação

 01/julho – das 9h30 às 14h30

· Exposição das atividades do dia.
· Leitura de cena de Hamlet.
· Análise do fragmento, em conexão com a obra.
 · Exposição de estratégias e procedimentos de construção dramatúrgica (ação).
· Práticas de escrita, a partir do trecho lido, em duplas.
· Coffee break.
· EPÍLOGO, das 14h às 14h30: bate-papo com convidado da programação principal da Flip

 02/julho – das 9h30 às 14h30

· Leituras e análise dos exercícios criados no primeiro dia.
· Leitura de trecho de Rei Lear.
· Análise do fragmento, em conexão com a obra.
· Exposição de estratégias e procedimentos de construção dramatúrgica (personagem).
· Práticas individuais de escrita, a partir do trecho lido.
· Leituras dos exercícios criados pelos participantes.
· Coffee break.
· EPÍLOGO, das 14h às 14h30: bate-papo com convidado da programação principal da Flip. 

03/julho – das 9h30 às 14h30

· Leitura de trecho de Romeu e Julieta.
· Análise do fragmento, em conexão com a obra.
 · Exposição de estratégias e procedimentos de construção dramatúrgica (diálogos).
 · Práticas individuais de escrita, a partir do trecho lido.
· Leituras dos exercícios criados pelos participantes.
· Coffee break.
· EPÍLOGO, das 14h às 14h30: bate-papo com convidado da programação principal da Flip. Os participantes devem ler, previamente à oficina, as peças Hamlet, Rei Lear e Romeu e Julieta. As traduções indicadas são as da editora L&PM. As referências teóricas serão baseadas nas obras Sobre Shakespeare, de Northrop Frye, Shakespeare, nosso contemporâneo, de Jan Kott e A invenção do humano, de Harold Bloom. Não é necessário o conhecimento prévio desses estudos. Os inscritos que tenham participado das três sessões receberão um certificado de participação

Novidades - Conheça os eixos temáticos da 14ª Flip

Na Flip 2016, que acontece de 29 de junho a 3 de julho e tem como autora homenageada a poeta Ana Cristina Cesar, a poesia aparece como marca definitiva. Além dela, destacamos aqui alguns temas que atravessam a programação principal.

Homenagem a Ana Cristina Cesar

Companheiros de geração, leitores e críticos literários da poeta carioca Ana Cristina Cesar (1952-83) se reúnem para compor o retrato renovado de uma poeta central, 33 anos depois de sua morte. O poeta Armando Freitas Filho abre a Flip 2016 numa sessão ao lado do documentarista Walter Carvalho. Ainda, a editora Heloisa Buarque de Hollanda, a professora de literatura Vilma Arêas, os críticos literários (e também poetas) Annita Costa Malufe e Sérgio Alcides participam da homenagem à carioca.

Poesia

Os poetas Leonardo Fróes, Annita Costa Malufe, Marília Garcia, Laura Liuzzi, Kate Tempest, Ramon Nunes Mello e Abud Said vêm à Flip e reforçam o compromisso da festa literária com um gênero vital.

Literatura brasileira

A nova literatura brasileira é destaque da programação desta edição da Flip: dos 39 autores convidados, doze são poetas ou ficcionistas nacionais.Marcílio França Castro, Juliana Frank, J.P. Cuenca e Tati Bernardi mostram aforça da prosa no Brasil.

Literatura estrangeira

A presença inédita de uma autora recém-premiada com o Nobel, a bielorrussa Svetlana Aleksiévitch, é uma honra para a Flip e confirma Paraty como ponto de encontro dos grandes autores internacionais no Brasil. Neste ano, escritores como Karl Ove Knausgård, Irvine Welsh, Helen Macdonald, Bill Clegg, Gabriela Wiener, Valeria Luiselli, Álvaro Enrigue e Arthur Japin ocupam a Tenda dos Autores.

Ciência

A mesa de ciência da Flip 2016 focaliza o cérebro humano, pelo médico Henry Marsh e a neurocientista Suzana Herculano-Houzel. A Flip ainda promove um encontro entre a ciência e as artes na mesa com o romancista Arthur Japin e o artista plástico Guto Lacaz.

Humor e sexo

Destaques do texto de humor, o lisboeta Ricardo Araújo Pereira e a escritora e roteirista Tati Bernardi se encontram em Paraty. O humor também é a tônica das autoras que se reúnem na mesa de literatura erótica, a paulistana Juliana Frank e a peruana Gabriela Wiener.

Ensaio

Os ensaístas reunidos na programação principal estão entre os destaques da nova geração de pensadores: o psicanalista Christian Dunker, a argentina Paula Sibilia, a crítica mineira Maria Esther Maciel, o arquiteto e professor italiano Francesco Careri e a autora pernambucana Lúcia Leitão. 

Brasilianistas

A Flip 2016 reúne grandes autores que fizeram do Brasil o assunto principal de suas preocupações intelectuais. O britânico Kenneth Maxwell e o americano Benjamin Moser tratam do país em seu encontro na festa literária.

Jornalismo


O papel essencial do jornalismo contemporâneo aparece na Flip por meio do olhar do repórter Caco Barcellos, do britânico Misha Glenny e da repórter Patrícia Campos Mello.