Esplanada dos Ministérios durante a votação do impeachment

Fonte: G1